Crafters

Blacksmiths

Alchemists

Tinkeres

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Quisque velit leo, fermentum vitae cursus consectetur, rutrum congue est. Vestibulum feugiat odio sed dolor dapibus, eu venenatis eros vulputate. Praesent lacinia tellus nunc, id consectetur lorem maximus sed. Integer bibendum malesuada lacinia. Aliquam tempor, sapien non venenatis rutrum, tortor augue bibendum turpis, a congue justo arcu eget risus. Duis odio leo, accumsan id mi sit amet, euismod aliquam orci. Nam ultricies urna leo, pretium imperdiet tortor consectetur eu.

Irin Igbona

“One machine can do the work of 50 ordinary men. No machine can do the work of one extraordinary man.”

Primeiro ferreiro a produzir artefatos para um campeão. Em trabalho conjunto ao Tinker Thiroin, aplicou a técnica de alinhamento lunar ao perceber que as fases da lua aliadas a forja adequada poderiam influenciar positivamente à confecção dos artefatos; o que culminou na criação da espada que ficou conhecida como Crescent Moon Sword.

Seu campeão, durante longos anos, fora considerado o mais forte devido ao conhecimento de Irin sobre a forja e sua aptidão fácil ao conhecimento lunar aplicados aos itens.

Irin veio de uma família simples, mas de grande influência sobre a cidade em que viviam.

Irin veio de uma família simples, mas de grande influência sobre a cidade em que viviam. É de uma família  tradicionalmente de ferreiros, ao passo que não demorou muito para que Irin viesse a trabalhar no meio.

Ainda assim, sua dedicação desde a infância o destacava no meio da família. Quando pequeno, já conseguia construir espadas com grande maestria. Tamanha desenvoltura o levou, logo na adolescência, a ser convidado por reis e nobres para que fizesse espadas para suas famílias. Este destaque o carregou por toda a sua vida até os dias dos campeões. Antes das Noites de Aeon, ter uma espada feita por Irin era considerado um sinal de status por entre as regiões de Lost Valley.

Quando as Noites de Aeon vieram, sua família adoeceu por completo e ele se tornou o único sobrevivente. Por passar todo o tempo que tinha próximo à forja, não percebeu que todos foram levados pelo *blood touch* (como ficou conhecido o sumiço de grandes grupos durante as Noites de Aeon) e logo se acostumou com a ideia de estar sozinho. Sua obsessão por forjar peças era sua única companhia.

Depois de longos dias sem pedidos de armas ou armaduras, começou a perder todos os recursos e alimentos que tinha. Mesmo assim, Irin não deixava a forja e trabalhava arduamente sem motivo algum a não ser o prazer no trabalho. Nesta fase, Irin emagreceu visivelmente e passou a ter a forja como obsessão. Ele não sabia, mas a doença das Noites de Aeon o invadia mentalmente e o influenciava a perder-se emocionalmente.

Somente encontrou distração, e alimento, quando um antigo Tinker o convidou a uma empreitada - se ambos juntassem os talentos, era possível ter uma alma fazendo o trabalho sujo para eles. Irin não ficou muito motivado, mas aceitou a proposta quando o novo parceiro lhe explicou sobre um novo tipo de forja: a forja negra.

Não demorou para Irin encontrar um novo prazer nesta forja e dedicar seus dias e sua mente para a produção de peças ao campeão. Ainda que não fosse sua intenção, suas peças lhe trouxeram muitos recursos e, mais uma vez, seu nome ecoou na boca de todo cidadão de Lost Valley que sonhava em ter um campeão.

Por este motivo, Irin foi o primeiro a comercializar as peças que fazia para a construção dos campeões. Posteriormente, pelo comércio, retomou seu nome e fama e passou a ocupar um papel de quase líder  pelas províncias de Lost Valley. Muitos viajam até ele para pedir conselhos ou até mesmo dar-lhe presentes.

Na contramão desta admiração, muitos se dirigem até a sua casa para matá-lo, ainda que sem sucesso. Ele tem um campeão de nível baixo sempre por perto, além de ter uma força muito aquém da maioria dos seres que o visitam. Poucas marretadas de Irin são necessárias para se forjar uma espada rústica.

Know more about the card Game

Animus goes beyond pure gameplay entertainment: we believe that games can cause deep reflections about our existence. The character in a game is a facet of the player in a different universe from what he is used to.

en_US