Crafters

Blacksmiths

Alchemists

Tinkeres

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Quisque velit leo, fermentum vitae cursus consectetur, rutrum congue est. Vestibulum feugiat odio sed dolor dapibus, eu venenatis eros vulputate. Praesent lacinia tellus nunc, id consectetur lorem maximus sed. Integer bibendum malesuada lacinia. Aliquam tempor, sapien non venenatis rutrum, tortor augue bibendum turpis, a congue justo arcu eget risus. Duis odio leo, accumsan id mi sit amet, euismod aliquam orci. Nam ultricies urna leo, pretium imperdiet tortor consectetur eu.

Thiroin

“I’m not evil, i just use the evil for good pouporse.”

Thiroin teve toda sua vida marcada pela rejeição dos pais e dos irmãos. Ainda que muito inteligente, sua introspecção e gênio forte fizeram com que não apenas o excluísse dos círculos de convívio como também retirassem seu nome dos registros oficiais da família.

Devido ao isolamento, iniciou estudos de necromancia ainda adolescente, quando passou a utilizar pequenos experimentos para hostilizar seus irmãos, vizinhos e outros que o importunavam com piadas ou agressões.

Certa noite, lendo e estudando sobre rituais para conjurar entidades, decidiu que queria experimentar. Encontrou um boneco abandonado em seu quarto e ali invocou uma entidade que possui o brinquedo. O boneco sumiu de sua vista e passou várias semanas aparecendo esporadicamente e atormentando os pais do menino. Depois disso, Thirouin encontrou o boneco e concluiu o ritual para que o ente voltasse ao seu local de origem.

Após a morte dos pais, Thiroin foi expulso de casa pelos irmãos. Na noite em que foi jogado para fora, criou alguns bonecos e conjurou a alma dos pais nos bonecos que seguiam as ordens determinadas pelo rapaz. Ele utilizou os fantoches do pai e da mãe para torturar e assassinar os irmãos. Após a retaliação, ele ficou com a casa dos pais onde montou uma grande oficina de bonecos. Passou a ganhar dinheiro vendendo bonecos para as crianças do vilarejo.

Durante seu período de paz, estudou com afinco as relações entre o plano físico e o espiritual, aprimorando sua aptidão como necromantes e como titereiro. Além disso, passou a nutrir um carinho especial pelas crianças, projetando nelas a idealização do que sentiu falta quando criança. Isto é, ele gostaria que elas tivessem a alegria que ele não teve.

Quando as Noites de Aeon chegaram, Thiroin passou a sofrer muito com a população do vilarejo. Todas as crianças do vilarejo morreram. Ele passou a viver atormentado com os bonecos que não tiveram um lar para si. Isso fez com que os compradores diminuissem. Além disso, diversas pessoas passaram a invadir casas para suprimentos e equipamentos. Ele não ficou isento dos saques massivos. Ainda que tentasse preparar alguns bonecos para proteger a casa, o número grande de invasões o impedia de dar conta de tudo.

Ciente de tamanho infortúnio, dedicou-se a pensar em algo que pudesse protegê-lo com maior eficácia. Foi quando notou que o  plano espiritual estava alterado e que alguns elementos tinham, agora, maior interferência sobre os espíritos. O fogo era o principal elemento a interferir no fluxo entre os planos.

Thiroin decidiu entrar em contato com um ferreiro para que pudessem encontrar um meio de forjar um elemento que ligasse os planos físico e espiritual. Irin, o ferreiro convidado, mostrou-se receoso até Thiroin lhe explicar sobre a chamada forja negra. A mudança no seu interesse tornou-se radical e logo os dois haviam construído o primeiro campeão: Irin dedicou a estrutura e Thiroin em conjurar. Após constantes tentativas, ambos obtiveram êxito e passaram a  usar o campeão para protegê-los.

Depois de um tempo, Thiroin decidiu reaver seus pertences roubados antes da existência do campeão. O que o levou a invadir diversas casas usando o novo protetor. Motivado pela facilidade com que recuperara seus equipamentos, passou a invadir diversas casas e despojar bens e itens.

Depois de protegido e farto em bens, Thiroin iniciou a escrita de um grande livro contendo em detalhes o seu processo de criação, necromancia e titeria.

Know more about the card Game

Animus goes beyond pure gameplay entertainment: we believe that games can cause deep reflections about our existence. The character in a game is a facet of the player in a different universe from what he is used to.

en_US